5 motivos para ver o Maroon 5 ao vivo

Os shows do Maroon 5 pelo Brasil começam hoje e, se você nunca viu a banda ao vivo, pode acreditar: é uma experiência incrível. Sabe quando você escuta uma música e pensa “peraí, essa eu conheço”? Então, é uma sensação constante nas apresentações deles.

Afinal, é mais de uma década de atividade e cinco álbuns de estúdio (fora os ao vivo). Só o “Songs About Jane” tem hits suficientes para um show inteiro.

Quer mais cinco motivos para se render a um show do grupo? Então acompanha a seguir:

1 – Toda a energia e presença de palco

Não importa se o Maroon 5 tá num festival enorme como o Rock in Rio ou num show mais intimista, todos os shows têm energia do começo ao fim. O setlist ainda encontra um equilíbrio bom entre os hits e aquelas menos conhecidas, mas que merecem ser ouvidas ao vivo.

2 – Senso de humor

Outro ponto forte é o senso de humor do grupo. Adam Levine chegou a contar numa entrevista durante o Jimmy Kimmel Live que eles estavam num debate sério sobre se um velociraptor conseguiria ou não quebrar uma janela de vidro. O melhor é que, nos shows, eles incluem a plateia nas piadas internas e tratam os fãs como uma grande família.

3 – “She Will Be Loved” é um momento à parte

Ok, todo mundo sabe que o Maroon 5 tem hits que todo mundo conhece, como “Moves Like Jagger” e “Harder To Breathe”. Mas nenhum deles ainda supera o momento em que começa a intro de “She Will Be Loved”. Essa é aquela música que todo mundo sabe inteirinha de cor e faz coro para cantar, às vezes até acapella.

4 – O visual também conta

O palco do Maroon 5 não é aquela coisa crua só com os caras e os instrumentos, existe toda uma preocupação estética e trabalho com o display digital, que muitas vezes conversa com as músicas. Para a turnê de “V”, a banda tem se utilizado de formas geométricas para essas composições.

5 – Covers

Não bastasse as músicas do Maroon 5, que já são hits em sua maioria, Adam Levine e banda sempre dão um jeitinho ou outro de incluir algum cover pelo repertório. E pode esperar clássicos: já rolou desde Bowie até Daft Punk.

(Aparentemente, até um cosplay de Pokémon no clipe de “Don’t Wanna Know”!)

Animou? Corre que ainda dá tempo de garantir seu ingresso!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *